by 13:21:00 0 comentários

Meu caro amigo, Olhe para o céu
Este céu de agora é o mesmo que víamos.
Mesmo separados por esta distância, Estamos no mesmo mundo, Na mesma geração.

Assim como este céu que observamos, Devemos estar de alguma forma unidos
Meu caro amigo, Será que se eu acompanhasse esta nuvem
Ela me levaria até a tua cidade?

Diga olá, Com um brado forte tentei lançar teu nome para o vasto céu
Eu queria na verdade te encontrar, Mas nem nos sonhos isto ocorre.

Se como aquele pássaro eu tivesse a liberdade de voar,
Não seria tão bom?

Eu não possuo asas,
Mas com estes braços eu sou capaz de abraçá-la
Com tanta firmeza que os pássaros teriam inveja de nós.

Meu caro amigo, Séra que se eu me segurar nessa nuvem,
ela me levará até você?

E talvez se no dia que nos encontrarmos
Eu seguraria tua mão,
Para não soltá-la jamais.



Yoshi

Developer

Curiosa, viciada em séries, designer, feminista graças à Deusa e pisciana, graças ao universo.

0 comentários:

Postar um comentário